domingo, 15 de abril de 2012

"É só hoje", "deixa-te disso", "estás tão bem", "Não é por isso que vais engordar"

Hoje vou falar sobre expressões que de certeza todas nós já ouvimos. Muito sinceramente, chateia-me e deixa-me constrangida, especialmente quando é num contexto a que não estou habituada.

Por exemplo, ainda na passada sexta-feira foi muito complicado comer o meu bife de frango grelhado com salada. As minhas colegas (que não estão propriamente a par da minha "luta") não percebem e chatearam-me tanto. E come, és uma chata, é só hoje, é só um bocadinho, amanhã já compensas. Ai. Chateia-me tanto. Eu se pudesse também comia os bifes com batatas fritas e o molho de cogumelos, como elas. Mas eu não posso. Não agora. E provavelmente nunca irei poder.

É mesmo muito difícil fazer as pessoas perceberem que faz a diferença. Que não posso estragar uma semana de alimentação em condições e exercício físico com uma refeição. Que não estou tão bem assim, que vou engordar. 
 
É um desafio ir jantar fora, às vezes stressa-me imenso!

Não sei se vos acontece, mas a mim deixa-me passada! 

10 comentários:

  1. Estou completamente de acordo contigo. As pessoas não conseguem compreender que para nós não pode existir um "só hoje", principalmente quando esses "só hoje" são todos os dias. As pessoas próximas de nós deviam ajudar-nos neste caminho e não o contrário. É claro que muito de vez em quando temos de comer alguma coisa que nos apeteça realmente, mas não chatearem-nos para comer quando nós estamos focadas no nosso objetivo.
    Mas não fiques passada com isso, o que interessa é sentires-te bem com as tuas próprias decisões, os outros que se danem.
    Beijinhos =)

    ResponderEliminar
  2. eu percebo o que isso é...
    mas não te podes deixar influenciar por esse tipo de comentários. Tu é q sabes o q é melhor para ti, mais ninguém!
    Ouve e diz "não quero, obrigada" :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Quando vou jantar fora com o pessoal é a mesma coisa, mas eu já assumi perante o mundo que estou de dieta e não não vou comer o que eles comem e fico muito orgulhosa de mim a comer a saladinha em vez das batatas fritas ( Minhas adoradas e veneradas que tantas saudades tenho eheh aqui entra o meu nabo milagroso :D ) e bifes.. acredita, esta luta é por nós, manda-as dar uma volta :D diz que gostas mais, que nao te apetece, que te doi a barriga ou kk coisa eheh

    juntas conseguimos vais ver :D
    Beijinhoos **

    ResponderEliminar
  4. A mim está sempre a acontecer, então em casa! Quem não está na nossa pele não entende que uma refeição pode fazer toda a diferença, é absurdo e super stressante! Mas discordo de uma coisa, tu hás-de poder sim, quando estiveres no peso que queres e mais confiante, e souberes que podes compensar depois com exercício :)

    Beijinho e bom Domingo!

    ResponderEliminar
  5. Parece que me estou a ver ao espelho! Só acho que não tens razão numa coisa: Provavelmente não vais poder, isso não é verdade. Se calhar agora não podes, mas se isto é para a vida e não uma dieta que pressupõe um fim, então vais ter de poder. Pode não ser todas as semanas, mas um dia talvez o consigas fazer uma vez por mês por exemplo. Beijo

    ResponderEliminar
  6. Querida, como te entendo! Honestamente quando são mulheres e da nossa idade, acho que é porque querem "cúmplices" e porque também se devem sentir culpadas ;) O meu conselho é deixá-las queixar-se e desarma-las sempre com um sorriso, explicar que estás ali para estar com elas acima de tudo e que a comida é irrelevante, que te sentes bem a comer aquilo e pronto.

    Não te deixes afectar e vai até ao fim, mais não seja para te sentires orgulhosa de ti ;)

    Um dia ainda acontece poderes comer um bife com um bocadinho de batatas e molho, sem sequer teres necessidade de comer tudo e elas presas a uma salada por causa dos jantares hiper calóricos "só aqui e ali". Pois, ironias da vida ;)

    Beijo*

    ResponderEliminar
  7. Eu já estou super vacinada contra isso, depois de tantos anos a ouvir a mesma lengalenga. As minhas amigas e família já sabem que não vale a pena insistir e se o fizerem lanço logo o meu olhar de má. Eu não mando que eles comem, eles não mandam nas minhas opções se sei o que é melhor para mim.
    Basta apenas a força de vontade para lhes dizer não (às pessoas e ao que não nos faz tão bem!). Eu não digo "nem sempre, nem nunca", mas se cedermos de cada vez que alguém nos diz "é só hoje", acabamos por rebolar em vez de andar.
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. é realmente à gente q n se manca.... a mim acontece-me é o contrário, estar sempre avisar pessoas ( normalmente mais velhas ) em relação aquilo que metem na boca, e depois ainda levam a mal....

    beijoca

    ResponderEliminar
  9. Como eu te entendo!
    Por isso mesmo eu digo sempre que preciso de perder peso por causa da coluna. O que não é de todo mentira, porque tenho mesmo dores nas costas. As pessoas tendem a ser solidárias quando o problema é de saúde. Claro que se fores pelo, lado do é para me sentir melhor comigo própria, ou queria vestir um bikini no verão, aí está tudo estragado, não sei se é pela concorrência (mesmo que seja impossível porque elas são as Kate Moss cá do sítio), se é mesmo típico das mulheres, não sei. Sei que normalmente lá vem os "é só hoje", "não engorda assim tanto"... etc. Quando me dizem, epá, mas o molho não engorda, eu respondo logo, pois não, o molho não engorda, quem engorda sou eu!!!!!

    ResponderEliminar
  10. Eu percebo isso, ás vezes não vou a certos jantares por causa disso:)
    Gostei do teu blog:)

    ResponderEliminar