quinta-feira, 19 de abril de 2012

"Perca até 10 kg numa semana"

Chega a esta altura do ano e é sempre a mesma coisa; os anúncios de comprimidos milagrosos polifreram na tv como os anúncios de perfumes na altura do Natal.

E é cada um mais milagroso que outro, é incrível.

Nos últimos dias tenho visto um que promete "perder 3 kg em dois dias e 10 kg numa semana". Mas há alguém que acredite nisto? A sério? Eu não percebo como é que permitem este tipo de anúncio na televisão. Devia ser proibido, até porque de certeza que existem pessoas que não conseguem resistir a este tipo de apelo de emagrecimento fácil e caem na conversa.

Eu, sinceramente, não conheço ninguém que tenha perdido 10 kg numa semana. Aliás, conheço: quem estava grávida e teve a criança! E mesmo assim...

Na última consulta falei justamente sobre isso com a minha nutricionista. Ela diz que chega a esta altura e repara que as pessoas desistem mais facilmente dos planos alimentares e que acabam por aderir a estas coisas milagrosas. 

Eu não sei, mas acho mesmo que devia haver uma qualquer legislação (e provavelmente há) que proíba este tipo de coisa!

7 comentários:

  1. Concordo plenamente! É publicidade enganosa e além disso muitos desses "programas" são prejudiciais à saúde :( *

    ResponderEliminar
  2. É sempre sempre assim! As pessoas tem q ser conscientes para acolher ou nao aquilo q o mercado oferece :)
    Mas concordo inteiramente contigo claro :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Não podia concordar mais contigo, também tenho vindo a reparar nisso. Agora dá um que é uns frasquinhos individuais para beber todos dias. Ahh mas se ligarmos logo eles tão querido ainda nos oferecem mais 7 frascos para outra semana. E depois o corpo da mulher que põe no anúncio têm um rabo e uns abdominais super definidos. Aqueles frasquinhos são mesmo milagrosos, é que para além de emagrecerem substituem o ginásio. Fantástico não é? =P
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Olá :)

    Infelizmente não há mesmo legislação nenhuma que proíba este tipo de coisas. A entrada no mercado destes fármacos é regulada pelo Ministério da Agricultura e das Pescas e não pelo Infarmed (tal como os fármacos homeopáticos), por isso além de não haver legislação também não há fiscalização.

    Muito sinceramente o que me choca mais é ver pessoas da nossa idade, diferenciadas, que dizem 'ah a Depuralina Aspira-Gorduras é muito interessante, se não fosse o preço comprava'. E depois às vezes são as mesmas pessoas que vão para um consultório dizer 'ah não gosto de tomar medicamentos'. Olha enfim, infelizmente a burrice vai sempre existir ;)

    Não há nada que faça emagrecer melhor e mais saudavelmente do que a dieta e o exercício físico ;)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  5. ainda ontem me falaram disso no ginásio (com desprezo tb, claro, lol)
    isso faz-me lembrar tb de uma conversa q tive c a minha nutricionista, ela disse-me q as dietas milagrosas vêm-se assim: perdem peso muito rapidamente, vai-se a ver e foi pq? perderam massa magra... :/

    ResponderEliminar
  6. Aparentemente na farmácia da terra não há crise nesse aspecto. As auxiliares dizem que as pessoas reduzem nos medicamentos para tratar as doenças, mas que não deixam de comprar "Depuralina" que custa para cima de 30€.
    É engraçado dizerem "emagreça de forma natural" (com comprimidos)!!! Emagrecer naturalmente é mesmo à base de alimentação e exercício.
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Afe manoo, nada ve.... Muitos artistas fazem essas dietas loucas para emagrecer rapido, e depois é só mante o peso com exercicio... serio, essa é uma opniao de voces, mais muita gente faiz essas dietas inclusive eu ja fiz e adianto! Entao nao devia ser proibida, quem nao gosta dee ve essas propagandas de dieta nao vee, pq tem gente que gosta, respeitem manooooo!!!! Afe

    ResponderEliminar