domingo, 14 de abril de 2013

O P. vai fazer anos e eu preciso da vossa ajuda!

Bem, estou a começar a ficar preocupada. O meu P. faz anos daqui a menos de um mês e eu não sei o que lhe hei-de dar!

Para vos contextualizar um bocadinho (e para perceberem o meu desespero), eu e o P. namorámos há mais de 6 anos (fizemos em Fevereiro). Desde então, foram 5 aniversários dele, 5 natais, e muitas prendas só porque sim. A acrescentar a isto, temos os meus pais sempre a pedir-me sugestões (e sou sempre eu que escolho) para as prendas de aniversário e de Natal do P. O problema é que o rapaz tem gostos muito específicos (não vou lá com livros ou dvd's) e faz 25 anos. Como faz 25 anos, eu queria surpreendê-lo, dar-lhe uma prenda diferente, fazer alguma coisa que lhe ficasse na memória! Mas não tenho ideias... Conto com a vossa ajuda, sim?:)

Aqui vão algumas coisas sobre o rapaz:

- Vai fazer 25 anos (eheh);

- É enorme (logo comprar roupa ou sapatilhas para ele é um trabalho que exige alguma planificação - temos sempre de encomendar as sapatilhas com antecedência, por exemplo);

- Adora carros;

- Adora motas;

- Não gosta de ler;

- Recusa-se a comprar dvd's;

- Não gosta de ver séries (só algumas muitooo específicas).

E para já é isto... Para acrescentar a tudo isto, há uma grande probabilidade de eu ter de trabalhar no fim-de-semana em que ele trabalha, por isso já estou mesmo a ver que se calhar vamos jantar juntos e vai ser uma sorte.... :(

(Este post é agendado.)

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Semana complicada!

Meninas, olá!

Desculpem a ausência durante esta semana, mas a verdade é que nem o computador liguei. A minha semana de trabalho começa ao sábado e, para tentar a continuar a ter uma vida normal, sábado e domingo são dias de jantar com o namorado e com a família. Afinal, é o fim-de-semana deles. Depois, nos outros dias, cheguei sempre a casa tarde e só queria tomar banho e dormir.

Hoje é dia de folga, logo é dia de pesagem. Hoje a balança apontou 74,2 kg, menos 1,300 kg do que na semana passada. Contudo, para mim este peso não é o real, porque estou menstruada e nesta altura do mês costumo pesar sempre menos.. De qualquer forma, alguma coisa deve ter ido à vida!

Como vos tinha dito, na terça-feira fui à nutricionista. Quando me pesei, ela disse "tenha calma, nós vamos conseguir": Acho que ficou mais em choque do que eu (ela tinha a minha ficha, da anterior nutricionista).

Sugeriu-me um plano novo, que vou experimentar durante 15 dias. Não é muito diferente do que fiz até agora, mas a verdade é que eu preciso de alguém que me vigie, porque o que devo fazer eu já sei..

Na terça-feira, às 20h e vestida pesava 76,2 kg. Vamos ver como será daqui a 2 semanas.... Entretanto, o novo plano é assim:

Pequeno-Almoço: 1 pão escuro ou 2 tostas  (c/ fiambre de aves, manteiga magra, philadelphia light, queijo magro ou doce sem açúcar) + 200 ml de leite magro (c/ café, cevada, canela... o que quiser) - aqui, em princípio, vou optar pelo pão, sinto-me mais saciada. E o leite, à partida, será sempre com café.

Lanche: 1 fruta + 1 iogurte sólido magro

Almoço: Sopa de legumes + Carne/peixe + Legumes/Salada 

Lanche 1: 1/2 pão (40g) (c/ fiambre de aves, manteiga magra, philadelphia light, queijo magro ou doce sem açúcar) + 1 iogurte sólido magro

Lanche 2: 1 fruta

Jantar: Igual ao almoço ou Sopa de legumes + fruta

Ceia: 1 chá + 2 bolachas

(Nos dias em que não trabalho, e me levanto mais tarde, salto o lanche da manhã e na ceia substituo o chá por um copo de leite ou iogurte - porque também me deito mais tarde).

Ontem foi o primeiro dia do novo plano. Confesso que alterei um bocadinho a ordem das coisas, porque tinha em casa umas coisas para gastar. No meio da manhã comi um iogurte com cereais Activia que tinha comprado para experimentar (don't like). No Lanche 1 comi o que devia ter comido de manhã (1 fruta + 1 iogurte) e quando cheguei a casa comi gelatina. Quando me deitei comi 4 bolachas em vez de duas, mas no geral penso que correu bem...

Que vos parece?

Beijinhos*

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Vamos voltar à nutricionista

Hoje de manhã fui à depilação. Já não fazia depilação há cerca de um mês. De há cerca de um mês para cá engordei quase cinco quilos. Imaginam a visão, certo?

Quando ia para lá, passei no local onde costumava ter as minhas consultas de nutrição. Decidi enviar uma mensagem à minha nutricionista adorada (mesmo!), para saber se ela hoje estava por cá (as consultas são quinzenais, à sexta). Como não me respondeu, no regresso decidi ir lá. Fiquei desiludida; a minha nutricionista deixou de dar lá consultas, porque deixou a empresa e provavelmente não a iriam substituir. 

Entretanto, depois do almoço, a Dra. A. ligou-me e explicou-me a situação. Disse-me que tinha arranjado um emprego noutra área (mas dentro da nutrição) e que hoje era o último dia na empresa. No entanto, e apesar de aqui perto da minha casa não se retomarem as consultas, existe outro sítio na minha cidade onde uma colega dela dará consultas, para a substituir. Liguei logo para lá, e terça-feira às 19h30 tenho consulta. Acho que neste momento preciso mesmo de uma ajuda extra, alguém que me puxe as orelhas presencialmente, e alguém a quem prestar contas, além de vocês (que me ajudam a não desistir!).

A minha nutricionista (bem, tenho de deixar de lhe chamar isto:)) foi um amor, e disse que qualquer coisa de que precisasse, estaria disponível. Espero que tenha muita sorte no novo desafio que vai iniciar, tenho a certeza que sim!

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Dia 4 - Folga é dia de pesagem

Olá a todas,

Obrigada pelos vossos comentários. Está a fazer-me bem voltar ao activo :D



Hoje o dia começou mal; estar de folga à quinta e sexta-feira não é muito bom. Passo imenso tempo sozinha, porque os meus pais (com quem vivo) e o meu namorado trabalham (felizmente!) e todos os meus amigos estão ocupados com os seus próprios trabalhos ou estudos.
Foi um dia aborrecido, e logo este, que começou tão cinzento...

Durante este mês vou trabalhar aos fins-de-semana, o que significa que terei sempre folga às quintas e sextas. Por isso, decidi que quinta-feira será o dia oficial de pesagem. Hoje, a medo, pesei-me. Afinal, depois de 15 dias de bom comportamento engordei 200 gramas, achei que com 3 dias de desgraça na Páscoa iria engordar uns 3 kg. A sério. Mas não, hoje saltei para a balança e pesava 75,5 kg. É imenso, é assustador, mas são "só" 700 gramas, o que para mim é bom. Vamos ver como estou daqui a uma semana?:)

Apesar de só ter trabalhado de segunda a quarta-feira, esta semana já me sentia bastante cansada; de domingo para segunda dormi mal, e na segunda e terça deitei-me tarde e dormi pouco. Por isso, quando hoje acordei às 9h, virei-me para o outro lado e deixei-me dormir... Acordei às 11h30, isso não me acontecia há meses!

Por ter acordado tarde, acordei cheia de fome, mas com a noção que teria de almoçar relativamente cedo e o tempo entre o pequeno-almoço e o almoço seria pouco. Comi demais ao pequeno-almoço e depois comi pouco ao almoço. Não considero um dia positivo, mais uma vez...

11h45: Leite magro com café e adoçante + 1/2 pão com philadelphia light + 4 tostas integrais + 3 bolachas maria (:/)

14h: Sopa de legumes + 1 fatia de broa de milho + morangos + gelatina (que almoço parvo, eu sei)

18h10: 1/2 pão com philadelphia + 1 iogurte magro

21h20: Sopa de legumes + 1/2 manga com linhaça + gelatina

Para já está assim, veremos se até me deitar tenho fome ou não...


Fiz 45 minutos de elíptica, caminhei cerca de 40 minutos (fui a vários sítios), bebi 2 litros de líquidos e, mais importante, há 3 dias que resisto às amêndoas que estão na sala! E isso, garanto-vos, tem sido mais significativo do que fazer as refeições em condições...

Ainda não entrei nos eixos a 100%, mas eu vou entrar e vou conseguir chegar onde quero! :)

Beijinhos,

Dia 3 - Arestas a limar

Olá a todas,

Hoje foi mais um dia quase quase perfeito, mas aos poucos eu chego lá! Acho que hoje tive verdadeiramente noção do quão mais gorda estou. O meu rabo está redondo outra vez! A sério, parece ridículo, mas o rabo e o peito são as coisas que eu noto logo que aumentaram ou diminuíram. E, acreditem, ambas as partes aumentaram bem. Não tivessem aumentado as ancas, as bochechas e a barriga, isto até nem seria mau de todo... Enfim!

Então, o dia foi assim:

7h30: Leite magro com café e adoçante + 1/2 pão com philadelphia

8h30: 1 café sem açúcar ou adoçante (tomo sempre este café, mas esqueço-me de o apontar aqui).

10h30: 1 iogurte líquido magro + 1 morango (mais uma vez, não consegui ficar-me pelo iogurte...

13h20: Sopa de legumes + Bróculos cozidos com omelete (2 ovos) de fiambre de peru

13h45: 1 café em açúcar ou adoçante (tomo sempre este café, mas esqueço-me de o apontar aqui).

16h40: 1 iogurte líquido magro + 1/2 pão com fiambre de perú e 2 morangos (tinha fome :\)

19h20: 5 morangos + 2 bolachas maria 

21h00: Sopa de legumes + 2 morangos (passei o dia a comer morangos!)

22h30: 1 maçã com linhaça (era suposto ser esta a minha sobremesa, mas tive de sair e só comi quando voltei).

00h30: Chá com 5 bolachas maria (bad :\)

Ora bem, isto hoje foi morangos a mais... 

Tenho de arranjar uma solução para o segundo lanche, já que lancho às 16h30, chego a casa por volta das 19h e costumo fazer elíptica das 19h45 às 20h30.... Comer um iogurte não me parece razoável, porque já bebo dois durante o dia e seriam iogurtes a mais, mas também não sei bem o que comer... A essa hora já tenho fome, e se não comer nada entre as 16h30 e a hora a que janto, depois é bem pior... O que me sugerem? Alguma alteração nos iogurtes, ou até no primeiro lanche?

Em relação ao exercício físico, hoje foi assim:

40 minutos de elíptica antes do jantar
35 minutos de caminhada depois do jantar (os meus pais queriam ir caminhar e eu aproveitei para ir com eles; sempre estiquei as pernas e conversei com eles um bocadinho :))

Hoje o dia foi bastante equilibrado, tirando os morangos a mais e as bolachas :\

Amanhã e depois não trabalho, e vou estar praticamente sempre sozinha. Espero que não dê asneira :(

Beijinhos e obrigada!


quarta-feira, 3 de abril de 2013

Dia 2 - quando é que ganho juízo?

Olá,

Como prometido, venho cá deixar o meu relato do dia de ontem, mas começo já por dizer que não foi perfeito. Hoje é outro dia, e espero que corra bem!

7h30: Chá + 1/2 pão de mistura com philadelphia

10h30: 1 maçã e 1 iogurte líquido magro (tive de comer a maçã. porque só com o iogurte ficaria com fome)

13h10: Sopa de legumes + Legumes cozidos (couve branca, couve portuguesa e cenoura) + delícias do mar (só isto, ontem não tive tempo para fazer mais)

16h30: 1 iogurte líquido magro + 1/2 pão de mistura com fiambre de frango

19h00: a desgraça: cheguei a casa cheia de fome (talvez por causa do almoço) e comi 3 bolachas maria, algumas umas (umas 6), 2 morangos e uns bocadinhos de bolos que andavam aqui do fim-de-semana. Não foi nada de extraordinário, mas foi desnecessário. Estava com tanta fome, mais valia ter comido sopa. Enfim!

21h: Sopa de legumes + morangos com linhaça e canela

Em relação ao exercício, estive mesmo para não o fazer. Cheguei a casa cansada e aborrecida (estar 8 h sentada não é fácil, acreditem), mas depois do deslize achei que não teria coragem de chegar aqui e dizer-vos que comi o que não devia e não fiz nada para atenuar a situação :) Por isso, troquei de roupa e fiz 40 minutos de elíptica. 

Bebi 2 litros de água, e andei pouquinho a pé :(

Beijinhos para todas,


terça-feira, 2 de abril de 2013

A mudança de 180º dos últimos tempos

Quem me segue há mais tempo, provavelmente achará a primeira parte deste post um bocado chata, mas como reparei que tenho seguidoras novas, tenho de começar pelo princípio :)

Em Outubro de 2011, fui viver para Braga sozinha. Eu sou do Porto e toda a vida vivi com os meus pais, excepção feita aos 6 meses que vivi em Itália em 2010, quando fiz Erasmus. Terminei o curso em 2010 e, depois de um gap year, entrei no Mestrado na Universidade do Minho. Como era em regime pós-laboral, optei por ir viver para lá e, consequentemente, arranjei lá um emprego. No mesmo dia dormi pela primeira vez no meu apartamento, comecei a trabalhar e comecei as aulas. Nunca me vou esquecer desse dia :)

Fiz o primeiro ano curricular e entretanto podia ter voltado para o Porto. Mas renovaram-me sucessivamente o contrato e eu gostava, genuinamente, do que fazia. Apesar de ser uma loja muito complicada no que diz respeito aos clientes e ao trabalho em si (é de loucos, especialmente em épocas de Natal e férias), a verdade é que eu gostava muito de lá trabalhar. Resmungava imenso com tudo, e sempre que vinha a casa aos fins-de-semana era ver-me maldizer a minha vida, mas lá eu sentia que, apesar de nem sempre o demonstrarem, até davam valor ao meu trabalho.

Como devem imaginar, quem anda uma vida inteira a estudar (e que até tem um currículo, para muitos invejável), contentar-me com um emprego numa loja é redutor. Eu própria dizia mal da minha vida, porque não via grande futuro à minha frente.

Em Janeiro deste ano relatei aqui no blogue que tinha ido a uma entrevista para um estágio profissional e não tinha sido seleccionada. Essa entrevista foi no Porto, era para um cargo na minha área e era bom demais para ser verdade ter conseguido sequer ser seleccionada para a fazer. Na altura, disse logo que não me tinham escolhido e continuei a ter pena de mim.

No final de Fevereiro, ligaram-me; a pessoa que tinham seleccionado não era elegível pelo IEFP, e uma vez que eu era a segunda escolha deles, propuseram-me começar de imediato. Foi um choque. Sempre achei que estava preparada para a eventualidade de uma coisa destas acontecer, mas não. De um momento para o outro, eu tinha de deixar Braga, o Mestrado (não é conciliável) e o meu emprego. Não hesitei. Logo no dia seguinte fui despedir-me. 

Imaginava que ia ser difícil. Afinal, foi o meu primeiro emprego e eu sei que dei muito de mim àquela loja. Achava que até gostavam do meu trabalho, mas nós éramos bastantes funcionários, por isso pensei que não faria grande diferença eu vir-me embora. Não pude dar o mês de indemnização à entidade patronal e achei que isso me levantaria problemas e que a reacção deles não fosse a melhor.

O que aconteceu no dia que me despedi e nos dois dias seguintes (os últimos que trabalhei) foram muito além do que eu imaginei que pudesse acontecer. Nunca na vida me senti tão angustiada por alguma coisa. A reacção dos meus colegas, chefes, e os próprios serviços de recursos humanos é algo que nunca vou esquecer. Fizeram-me sentir verdadeiramente importante. Não queriam que me viesse embora, fizeram-me contra-propostas, sugeriram que viesse trabalhar para a loja do Porto, caso o facto de estar em Braga fosse um problema, e até me disseram que me conseguiriam arranjar um part-time de fim-de-semana no Porto para eu conciliar com o estágio e continuar na empresa. Foram absolutamente incríveis. A directora dos recursos humanos perguntou-me, durante esses três dias, se eu tinha a certeza que queria vir embora. Quando perceberam que eu não iria aceitar nenhuma das propostas, a gerente e os meus chefes mais directos vieram falar comigo pessoalmente. E o que eles me disseram.... bem, acho que só de pensar nisso fico com a lágrima no canto do olho :) Disseram-me que esperavam que eu tivesse muito sucesso (que sabiam que eu teria), mas que queriam que eu soubesse que podia sempre voltar, tanto para a loja de Braga como outra qualquer. A Gerente disse que caso eu precisasse, ela própria se encarregaria de me escrever uma carta de recomendação, e que se eu voltasse para lá, ela tinha a certeza que eu iria chegar longe. O meu chefe mais directo (com quem eu tinha uma relação incrível) deu-me o número de telemóvel pessoal dele (para, no futuro, se eu precisasse de voltar falar directamente com ele) e o outro (de um nível hierárquico superior) enviou-me uma mensagem pelo facebook que acho que vou imprimir e colar no quarto para ler sempre que o dia me correr mal.

E assim, passei de uma situação que achei que me deixava infeliz, para uma que achei que me faria muito feliz. Mas, a verdade é que sinto todos os dias saudades deles. Sinto todos os dias saudades da minha rotina. E o ambiente onde trabalho agora parece-me demasiado hostil (a equipa é pequena e só de mulheres). 

Se me arrependo? Claro que não! Eu tinha de tentar e o trabalho que estou a fazer agora é muito bom e tem tudo a ver com o que eu estudei. Mas aquela loja e aquelas pessoas vão ficar-me no coração. Chorei imenso no dia em que me vim embora e sei que, se um dia lá voltar, serei recebida de braços abertos.

E pronto, aqui fica a minha história. Tudo isto para dizer que mudei de um emprego onde passava o dia a correr, para outro onde estou 8 horas sentada. Isto deve explicar alguma coisa...

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Dia 1

Meninas, começo por agradecer os vossos comentários e sugestões ao post de hoje. Como devem ter reparado, ele foi agendado e amanhã deve aparecer outro pelo mesma hora. Como tive tempo ontem, optei por agendar dois posts, para não deixar o blogue ao abandono :)

Das vossas opiniões, todas me pareceram mais ou menos de acordo em relação a não fazer o exercício em jejum, mas a verdade é que não consigo comer logo que acordo, por isso tornar-se-ia complicado; só se me levantasse às 6h da manhã, e para já não é possível.

Depois, em relação à fruta depois do almoço, confesso que me faz um bocado de confusão, mas vou experimentar e depois logo vejo o resultado.

Hoje o dia ainda não foi perfeito. A mãe do P. fez anos e fomos jantar. No final, voltámos a casa dele e eu provei um bocadinho do bolo de aniversário. O dia foi assim:

8h30: Chá sem açúcar (estava maldisposta) + 1/2 pão de mistura com queijo magro

11h20: 1 iogurte líquido magro

13h10: Sopa de legumes + cabrito no forno (sobrou, há que comer!) + legumes cozidos + 1 maçã

16h40: 1 iogurte líquido magro + 1/2 pão de mistura com fiambre

19h: 1 bolacha maria (lool)

20h: Sopa de legumes (comi antes de sair de casa para o restaurante porque estava cheia de fome e achei melhor assim).

21h: Salmão na brasa + legumes salteados + salada mista + pedacinho de bolo.

Não foi um dia perfeito, mas penso que foi um dia equilibrado, tirando ali o "deslize" ao jantar. Mas foi um deslize calculado, digamos assim.

Bebi quase 2 litros de água, fiz 40 minutos de elíptica (aumentei um bocadinho o tempo) e andei bastante a pé. Foi positivo, não foi?

Agora vou dormir porque a noite passada não dormi mais de 4h e amanhã às 7h o despertador toca. Amanhã é dia de entrar mais cedo.

Beijinhos,

Novo(s) Plano(s)

Olá olá!

Bem, como vos disse no post anterior, estou a pensar fazer umas alterações ao meu plano alimentar, tendo em conta que o meu anterior, apesar de correcto, não estava a dar-me os resultados pretendidos.

A minha vida mudou drasticamente no último mês. Tenciono escrever sobre isso em breve, mas para este post não ficar gigante, vou avançar esta questão :)

O meu horário de trabalho é das 10h às 19h (detesto). Levanto-me às 7h30, faço 30 minutos de bicicleta elíptica em jejum, tomo um banho e às 8h30 estou a tomar o pequeno almoço. Como vos disse num dos posts anteriores, a alimentação tem sido equilibrada:

8h30 - Leite magro com café e adoçante + 1 pão de centeio, mistura ou integral com queijo magro

11h20: 1 iogurte magro +  2 tostas

13h/14h: Sopa + carne/peixe/soja com legumes ou salada

16h/17h: 1 maçã e 2 tostas

19h30: 1 iogurte líquido magro

21h: Sopa de legumes + fruta (às vezes janto um bocadinho do que houver).

Continuo a beber muita água e os cafés que tomo (2 por dia) não têm açúcar ou adoçante.

Tendo em conta que os resultados não apareceram (muito pelo contrário), e depois de ter dado uma vista de olhos no plano da Tralhas, decidi que, durante o mês de Abril vou fazer o seguinte:

8h30: 1 copo de leite magro ou 1 iogurte líquido magro + 1/2 pão de mistura ou integral ou centeio com queijo magro ou fiambre de aves

11h: 1 iogurte líquido magro ou um pacotinho de leite magro (dependendo do que tomei ao pequeno-almoço)

13h: Sopa de legumes + Carne/peixe/ovos+ legumes ou salada + 1 peça de fruta

16h30: igual ao pequeno-almoço

19h30: 1 bolacha maria (a esta hora estou no comboio, não tenho, para já, uma termos onde possa levar o chá quente como ela recomenda)

21h: Sopa de legumes e fruta (dou-me bem com este jantar. Só ao fim-de-semana é que posso eventualmente comer como ao almoço).

Ceia: Durante a semana não costumo fazer porque me deito sempre antes das 00h00.

O que vos parece? A mim parece-me bem. É diferente do que estou a fazer, elimina as tostas e parece mais "normal". Só me faz um bocadinho de confusão a peça de fruta ali depois do almoço, o que acham? 

Vou tentar vir cá todos os dias relatar, pelo menos, o diário alimentar e o exercício físico. Assim vocês podem sempre dar as vossas sugestões e eu registo tudinho.

Aceito sugestões :D

Tenham uma óptima semana :D

P.S.: Em relação ao exercício físico, a Joana, do Croissant de Chiclate, sugeriu que talvez não fosse boa ideia fazê-lo em jejum. Qual é a vossa opinião?